contato@gabrielkehdi.com

Telefone: (11) 99635 0396

Atendimento Grande São Paulo

© 2026 por Gabriel Kehdi 

Custos de manutenção do jardim


Todo mundo que procura ter um jardim bem cuidado sabe que isso pode ser uma atividade custosa. Vamos discutir sobre isso nesse artigo.

 

Manter um jardim em dia não é fácil. Há uma série de atividades, realizadas em diferentes momentos do ano, para atender as necessidades de cada uma das plantas.

Dentro dessa perspectiva é fundamental se planejar. Um dos maiores custos com a manutenção do jardim é decorrente da mão de obra. O jardineiro é um investimento indispensável para o jardim. É preciso cortar a grama, remover plantas daninhas, adubar, podar, tratar pragas e doenças, irrigar.

Mas o custo do jardineiro está relacionado a outro detalhe. Você sabe qual é? Vou falar dele agora.

 

Custo e Frequência de manutenção
A frequência das atividades do jardineiro está ligada principalmente ao estilo de jardim. Um jardim com espécies floríferas anuais e com topiaria irá exigir uma manutenção muito mais frequente e intensa do que um jardim de folhagens perenes. Um jardim de estilo romântico ou neoclássico tende a necessitar do serviço do jardineiro com uma frequência (estimada) até 3 vezes maior do que um jardim de estilo contemporâneo com folhagens perenes.

É importante que o paisagista tenha essa conversa com seu cliente na etapa de projeto. Não é raro encontrar clientes de paisagismo que sonhem com flores e perfumes mas não entendam os custos que estão associados a isso.

Eu costumo dizer também que no Brasil somos acostumados com jardins perenes por conta do nosso clima favorável. Nos países em que o clima é mais agressivo, com invernos intensos que matam grande parte das plantas do jardim, a renovação dos canteiros é atividade obrigatória em todos os anos.


Aqui nós temos a tendência de achar que renovação anual de canteiros é algo desnecessariamente custoso. E está tudo bem preferir um jardim perene mais econômico. Mas é preciso entender que todo jardim precisa de manutenção. Caso a manutenção não seja considerada na frequência adequada, toda a estética e saúde do jardim pode se comprometer.
 

Tarefas
Algumas tarefas frequentes que ocupam grande tempo de mão de obra relacionadas ao tipo de vegetação no jardim são:

⁃ Topiaria
⁃ Remoção de plantas daninhas de canteiros herbáceos
⁃ Poda de manutenção ou “deadhead” (remoção de flores secas) de roseiras, azaleias, ave-do-paraíso, camélias, gardênias, margaridas, gerânios...
⁃ Rastelamento/limpeza de folhas de árvores decíduas
⁃ Renovação de vasos e canteiros de espécies anuais ou bianuais
⁃ Hortas

É importante ressaltar também que o custo do jardim será maior conforme o tamanho da área ajardinada e dos canteiros. Jardins em pequenos espaços são proporcionalmente mais econômicos do que grandes áreas, mas o estilo de jardim ainda irá ter influência sobre o tamanho do custo relacionado.

 

Vale falar também que mesmo um jardim perene possui custos relacionados. Plantas perenes costumam custar mais caro do que plantas anuais, o que torna a implantação do jardim as vezes algo de valor elevado. Como já falamos, jardins de plantas perenes também precisam de manutenção, como remoção de plantas daninhas, adubação, podas e controle de pragas e doenças. Reforço que não é porque o jardim é feito de plantas perenes que ele esta a salvo da manutenção.

 

Estimativas de custo

O custo de manutenção anual com um jardim predominantemente perene de aproximadamente 100 m², com a visita de um jardineiro, em média, de uma vez ao mês, pode sair entre 6 a 8 mil reais por ano, considerando a diária de 300 reais do jardineiro e alguns insumos para a manutenção do jardim, como mudas para reposição, adubos e produtos de tratamento fitossanitário. A primavera e verão concentram a maior parte dos custos de manutenção, pois exige maior número de visitas do jardineiro e maior volume de insumos.

(Insumos: todo material de jardinagem que é essencial para o cultivo de plantas, como substrato, adubo, mudas, e sementes).

 

Para um jardim de manutenção mais intensa, com plantas anuais e plantas de topiaria, os custos de manutenção podem aumentar, estimadamente, entre 30 a 150% do valor de um jardim perene.


Ressalto que custo de manutenção do jardim não é um aspecto negativo ou algo a ser combatido. Custo deve ser planejado, e se o(a) dono(a) do jardim quiser viver seu sonho de plantas de alta manutenção ou de plantas de baixa manutenção, que isso possa ser feito de maneira consciente e planejada.

Para ter uma ideia do custo de manutenção é preciso desenvolver o projeto de paisagismo com um olhar voltado para os serviços necessários para cuidar das plantas consideradas. É preciso conhecer a rotina de manutenção do gramado, é preciso conhecer a rotina de manutenção dos arbustos floríferos, dos maciços de plantas herbáceas, das árvores escolhidas, enfim, de cada uma das plantas que irá compor o jardim.

Comunicação é uma das bases do serviço de paisagismo, e planejar o jardim pensando no futuro é o jeito mais seguro de chegar a um resultado de sucesso.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

POSTS RECENTES

April 25, 2019

April 11, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload